Exames

Exames no Plantel – Levando a Saúde Muito a Sério

Busca por Saúde

As pessoas geralmente estão buscando por um animal bonito e saudável. Dão mais valor a estética e a saúde do que a um pedigree.

Geralmente os padrões de raça e os programas de reprodução dos criadores praticamente garantem que o animal terá a beleza desejada.

Já a questão de saúde, até há muito pouco atrás não era possível dar muita garantia, pois quando se trata de biologia, não é, e talvez, nunca seja possível dar 100% de segurança. Entretanto houveram muitos avanços recentes que permitem ao criador melhorar a qualidade de saúde de seus animais.

Exames Novos e Antigos

Alguns exames mais antigos e que continuam muito válidos, são feitos com radiografias ou exames clínicos. Por exemplo, displasia coxo-femural e de cotovelo, olhos, etc.

Outros são mais recentes, os genéticos, estão se tornando cada dia mais popular. E os custos desse tipo de exame estão caindo significativamente. Mesmo que alguns ainda não possam ser feitos no país.

Exames genéticos são uma ferramenta fenomenal para o criador. Eles conseguem detectar uma série de genes que estão associados a doenças sérias. Além disso, conseguem detectar quando eles estão presentes, mas não estão ativos, na forma heterozigota ou recessiva.

Alguns animais são especialmente atingidos por problemas de saúde comuns na raça devido a sua pouca variedade genética. Com os novos avanços da genética, já é possível identificar os genes que causam os problemas e rastreá-los.

Uma grande vantagem de exames genéticos é que ele pode ser feito em qualquer idade. Ou seja, pode ser feito até mesmo em um filhote recém nascido!

Criação Diferenciada

Hoje em dia, como a competição é cada vez mais acirrada. O criador poderá ter um grande diferencial caso tenha um controle de saúde rígido no seu plantel.

Como mencionado, o comprador quer um animal bonito e saudável. Uma boa foto dos pais ou o pedigree ilustrado já irá convencer o cliente de que o filhote será lindo. Mas ser saudável, aí mesmo só com exames e informações sobre as doenças que podem atingi-lo e como você preveniu.

Ter um plantel devidamente controlado, com os exames públicos e, muito importante, o significado deles fará com que o criador se diferencie e comece a criar uma cultura de busca de saúde nos filhotes que ele procura.

Mercado

O leigo ao procurar por um cão, definitivamente procura por commoditie, ou seja, pra ele todo o animal de raça é igual. O criador sabe que isso está muito longe da realidade. Entretanto, na grande maioria das vezes, o comprador não tem informações necessárias para diferenciar um bom animal e outro.

Se o criador não consegue passar as informações para o comprador, ele já tem um grande problema aí. Nesse caso ele precisa trabalhar já esse aspectos com algumas dicas que já passamos.

Os criadores tendem a se ajustar ao mercado. E não só os criadores ruins, os bons também. Se, por exemplo, o mercado começa a escolher por determinada raça, os criadores começam a criá-la. Se o mercado prefere uma determinada cor, os criadores vão começar a produzi-la. Ou seja, a velha lei da oferta e da procura. Se há uma necessidade, alguém vai atendê-la.

Por isso, é importante dar ao comprador informações. Educá-lo. Fazê-lo exigir saúde e como exigir isso dos criadores. Leva tempo, mas o resultado aparece.

Imagine o criador questionando sobre um filhote e perguntando os exames de saúde dos pais? Uma ação dessas iria forçar os criadores a realizá-los. Em pouco tempo várias doenças terríveis seriam reduzidas ou até mesmo erradicadas de um plantel.

Custo ou Investimento

Exames custam… e alguns custam caro. Alguns podem ser feitos no país, outros somente no exterior. Ou seja, mais custos para o criador.

Para alguns exames, o criador deverá aguardar uma certa idade do animal. Ou seja, talvez tenha de aguardar muito antes de iniciar o programa de reprodução dele.

Por outro lado, um plantel saudável evitará gastos futuros com medicamentos e veterinários, que geralmente é muito superior aos exames.

Também irá gerar uma quantidade menor de problemas com os filhotes, evitando dor de cabeça e tornando seus clientes um divulgador de seu trabalho de maneira mais fácil.

Portanto, investir em exames trará, com certeza, uma redução de despesas futuras e irá potencializar vendas a longo prazo e a melhora da reputação do criador.

Novidades todos os dias

Estamos vivendo um momento muito interessante na engenharia genética. Cada dia há uma novidade! Essas novidades são tanto para humanos quanto para animais.

O criador deve estar sempre muito atento às novidades, pois um novo exame pode aparecer e poderá ajudá-lo a controlar doenças, minimizar riscos dos acasalamentos, etc.

Cabe ao criador acompanhar de perto os locais que fazem exames, pois geralmente eles publicam os novos serviços com regularidade. Alguns sites especializados em genética animal também são ótimas fontes de constante visita.

Saúde em Primeiro Lugar

O Criador que tiver menos problemas de saúde em seu plantel terá uma enorme vantagem.

Mais segurança no planejamento das ninhadas, filhotes mais saudáveis e menos custos de manutenção do plantel.

Portanto, se você ainda não começou a examinar seu plantel, mesmo que aparentemente esteja tudo bem. Comece já a descobrir o que os genes deles levam. Se ainda não fez os exames clínicos, agende agora e comece.

E na aquisição de novos animais para o plantel, tenha a saúde e exame dos pais como critério indiscutível para a aquisição.

Levar muito a sério a saúde dos animais deixará você com mais momentos de alegria e tranquilidade no futuro!