Vídeos dos Animais – Nova Ferramenta de Venda

Importância dos Vídeos dos Animais

Cada vez mais os vídeos dos animais se apresentam como uma boa forma de divulgação.

Devido as câmeras digitais existentes hoje nos smartphones, é possível fazer vídeos de alta qualidade de forma rápida.

O vídeo também tem a vantagem de poder ser feito sozinho, pois o animal não precisa ficar perfeitamente parado por algum determinado momento para tirar uma foto.

Vamos passar algumas dicas para você poder fazer um vídeo de seus cães que podem ajudá-lo na divulgação dos mesmos. Mas antes, recomendamos dar uma olhadinha no nosso artigo sobre como tirar todos dos animais.

Prepare os modelos

Preparar os animais é fundamental para que ele apareça bem no vídeo, portanto, o animal que irá aparecer no vídeo deve estar bem escovado e bem de saúde. No caso de animais de pelo longo que, no momento estejam tosados, o vídeo tem muitas vantagem em relação a foto, poderá exibir a movimentação e energia, algo difícil de exibir em foto de cães tosados.

Luminosidade

Um dia ensolarado ou com boa luminosidade é fundamental. Ao contrário da foto, onde uma luz artificial pode resolver, no vídeo, ela não dá tanto resultado.

Além do mais, cães escuros tendem a aparecem melhor nos vídeos de animais do quem em fotos.

Fazer um vídeo a noite ou em dias muito escuros não são a melhor opção.
Caso a filmagem seja em local fechado, tenha certeza que tenha muita luz em todo o ambiente.

Local

Procure um local mais aberto. Um campo, uma quadra, estacionamento, etc. Lembre-se que no vídeo o controle sobre o que será mostrado ao fundo é menor, portanto, evitar que algo indesejado seja exibido exige maior planejamento.

Fazer o vídeo no canil ou gatil é possível, mas lembre-se de guardar ou cobrir o que você não deseja seja exibido.

O local onde o animal irá andar também é fundamental que seja o mais plano possível para evitar passar uma sensação que ele esteja mancando ou com algum outro problema.

No caso de gatos, você pode fazer a filmagem em um local onde ele se sente mais a vontade e que possa interagir um pouco mais com o ambiente.

Filmagem

Assim como na foto, tente manter a filmadora (ou telefone) na altura dos olhos dos cães e não faça a filmagem muito próxima. Existem alguns tripés pequenos que podem ajudar muito.

Alguns smartphones começam e param de filmar com comando de voz, portanto você pode posicionar o telefone, verificar o quadro de gravação e usá-lo para filmagem. Uma dica é utilizar marcadores no local para delimitar o quadro. Coloque algo sutil como um vaso, uma marca no chão, etc.

Dê uma passeio curto com o animal antes de filmar para gastar um pouco mais a energia inicial. Mas cuidado para não gastar energia demais.

Tente demonstrar a movimentação dele, portanto passeie com ele de forma que ele se movimento lateralmente na perspectiva da câmera e depois indo e vindo. Depois interaja com ele de forma mais livre, brincando com ele e demonstrando o temperamento e caráter do animal.

No caso dos gatos e filhotes, prefira o horário em que ele esteja um pouco mais ativo.

Pessoas

É possível fazer a filmagem com somente uma pessoa, ainda mais no caso de gatos e filhotes. Com os cães também é possível, mas claro que, uma pessoa a mais ajuda, pois poderá manter sempre o enquadramento correto.

Leve o cão na guia para as movimentações.

Edição

A edição é a parte mais complexa e demorada dos vídeos dos animais, portanto, tente evitar uma filmagem que exija edições. Elas podem dar um resultado mais profissional ao vídeo, mas exigem conhecimentos técnicos mais complexos.

Como a intenção é uma demonstração do animal em poucos segundos, tente fazer um vídeo de uma vez só. Será mais fácil e rápido para publicar.

Se você pretende algo mais produzido, o melhor é procurar um profissional.

Música

Uma música pode dar um toque especial aos vídeos dos animais. Cuidado com músicas com direitos autoriais, alguns locais podem removê-los caso existam músicas com direitos autorais nos vídeos.

Alguns sites na web tem bibliotecas de músicas para você fazer o downloads, como esse e esse ou do próprio Youtube. Mas pode pesquisar mais opções no Google

Youtube

Crie o canal da sua criação no youtube e publique os vídeos lá, depois poderá compartilhar na sua fan page e no seu site. O youtube possui ferramentas fantásticas de análise de quem viu os vídeos e você poderá ter assinantes do canal também.

Caso você deseje, poderá fazer vídeos falando sobre outros temas pertinentes, como por exemplo: cuidados, equipamentos, temperamento, etc. Tudo sobre os animais que você cria.

Conclusão

Esperamos ter ajudado com as dicas. A última a ser dada é: Faça e Experimente! Veja como ficou, com o tempo e prática eles vão melhorando cada vez mais!

Precisando de qualquer ajuda, entre em contato conosco