10 Dicas para fotografar seu Cão

Como fotografar seu Cão

Importância de uma boa foto

Um bom criador é reconhecido na web muito mais pelas fotos de seus cães do que pelos títulos de seus cães. Portanto aprender como fotografar seu cão pode ser a receita do sucesso ou fracasso na net!

Portanto tirar fotos que despertam o desejo nas pessoas é o primeiro passo para se ter sucesso na web, seja nas redes sociais ou com o site próprio!

Olhar aquele cão adulto lindo é a melhor forma de incentivar o visitante do seu site a entrar em contato para saber mais.

Uma foto bem produzida é capaz de passar a percepção de saúde, tipicidade e segurança.

Equipamentos

Com a qualidade das câmeras de celulares de hoje em dia, não é mais necessária uma câmera profissional para tirar fotos muito boas.

Claro que quanto melhor for o equipamento e o conhecimento do fotógrafo, melhor será o resultado.

Entretanto, se você ainda quiser se aprimorar nas técnicas, existem vários vídeos no Youtube que podem ser vistos para aprender mais sobre seu celular ou técnicas mais apuradas. Para saber como fotografar seu cão usando as técnicas mais apuradas, um bom curso também não pode ser descartado.

Antes de Iniciar a Sessão

Antes de mais nada você deverá ter paciência. É muito comum ter de tirar várias fotos para conseguir aproveitar só algumas

Se ele estiver com muita energia, dê um passeio com ele de alguns minutos para que ele possa estar com menos energia.

Assim que retornar do passeio, deixe-o descansar um pouco para tomar um ar e beber uma água para ficar relaxado.

Procure um local bem iluminado. Ás vezes dias nublados podem ser ótimos para tirar fotos, pois evitam sombras indesejadas.

Portanto não deixe de tentar boas fotos em dias com algumas nuvens.

Você vai tirar umas 20 ou mais fotos para que 1 fique boa. Portanto, mais uma vez, paciência.

Tente sempre contar com um auxiliar, pode ser fundamental para que a sessão seja mais rápida e você consiga fazer com que o cão fique no local certo ou para fazer a pose desejada.

1 – Olhe nos olhos

Boas fotos são tiradas numa superfície plana e na mesma altura dos olhos, se for o caso, dobre um joelho se ele estiver no chão.

 

2 – Dê preferencia para fotos em pé

O animal de pé ou sentado pode ficar muito legal. Algumas fotos deles deitado podem ficar legais, mas nunca como foto principal.

 

3 – Cão nas altura

Colocá-lo em uma mesa ou em cima de algo pode ser uma solução para não ter que ajoelhar. Para foto de filhotes, existem algumas mesinhas com 4 pequenos pilares onde eles ficam apoiados (Se certifique que eles não queiram pular)

4 – Corte a grama

Para fazer montagens, evite fotos na grama, dificulta muito a manipulação com a imagem. Grama muito alta ou mau cuidada também não dá um aspecto legal. Se o gramado estiver bem baixo facilita bastante.

5 – Mostre o cão

Evite estar com partes da mão, do seu corpo, etc cobrindo o animal ou ainda com faltando partes do corpo dele… Alguns criadores gostam de aparecer na foto, mas isso não é necessário. O que se está sendo analisado é o cão, não o dono (bem, na maioria das vezes!)

6 – Não simule foto de drone

Erro muito comum, tirar a foto de cima para baixo. Isso não mostra quase nada do animal. Só demonstra pressa do criador. Geralmente o animal fica desconfigurado, pois rugas e pelos ficam pra trás, a boca parece que aumenta, etc… piora muito.

7 – Ache o cão

Fotos com pouca luz não conseguem mostrar quase nada, ainda mais se o animal for escuro. Ou ainda com o fundo da mesma cor do cão. Procure local com bastante luz, mesmo que indireta e cuide do fundo para estar adequado.

8 – Precisando de óculos

Fotos fora de foco ou com resolução muito baixa compromete qualquer manipulação e não consegue mostra com eficiência a qualidade dos animais.

9 – Olha o ossinho

Erro comum também, o animal não olhando pra câmera ou ainda pior, de costas… As vezes se ele tiver olhando para o lado pode ser que a foto fique boa, mas nunca de costas. Assim como orelhas pra trás, olhos fechados, com as patas mau posicionadas, etc podem dar uma má impressão, portando atenção aos detalhes

 

10 – Relaxe e curta

Não precise se preocupar em colocá-lo em posição de stay. Posições naturais podem dar mais resultado do que a posição rígida de stay. Procure deixar o animal relaxado e para tirar a foto, chame a atenção para algum ponto.

Escolhendo as fotos

Após a sessão de fotos, chega a hora de escolher as fotos que ficaram boas e que vale a pena publicar e divulgar.

A grande dica é responder a pergunta: Qual foto desperta o desejo de um possível comprado?

A primeira sessão provavelmente não será muito boa, mas não desanime, com o passar do tempo e a prática, você irá melhorar a cada sessão.

Esperamos ter ajudado e mãos a obra!

Adaptado de http://www.dogwebz.com/taking-photos-of-your-dogs.html

Eduardo Antunes

CEO do SistemaPET, Criador desde 1997. Bacharel de TI pela UFPEL 1998. Especialista em Marketing Digital.