Como criar um Site do Criador

Canais de Venda

O Site do Criador deve ser o principal canal de venda, entretanto alguns criadores utilizam vários canais de venda para divulgarem seus filhotes.

E, geralmente, quando um canal de venda é bem trabalhado, ele dá resultado. Entretanto, pode não ser o resultado esperado!

Alguns canais de venda tem como característica uma interação significativa com o criador, mas que não avança. Outros trazem um público que não é o desejado pelo criador.

Existem canais de venda muito eficientes mas que acabam levando o criador a uma competição de preços. E o pior, o criador pode ficar com a impressão de que seu filhote está acima do valor de mercado.

Outros são excelentes para divulgação do trabalho, mas ruins para conversar com os potenciais clientes.

Enfim, é fundamental que o criador conheça os benefícios, riscos e formas de trabalho dos canais de venda disponíveis. Entretanto, como o criador não possui equipes de venda, ele consegue trabalhar bem poucos canais de venda e obter resultados eficientes.

Site do Criador – Local Seguro e Organizado

O site do criador é o único local onde o criador consegue, de forma fácil e organizada, demostrar todas as informações pertinentes para uma venda de qualidade.

Além disso o site pertence ao criador, ele não fica sujeito a regras estipuladas por outros canais de venda. Como recentemente ocorreu com o Facebook, que proibiu a venda de animais!

O Facebook chega a remover perfis que anunciam filhotes para venda!

O Site não tem esse risco, uma vez que as regras são estipuladas pelo criador.

Entretanto o site deve ser encarado como uma ferramenta de venda e divulgação.

Objetivo Principal

Um bom site do criador deve ser claro, objetivo e tem o intuito de estimular o contato do possível comprador com o criador.

Alguns criadores não gostam de interagir com pessoas que ainda não se decidiram pela compra, mas é exatamente isso que se chama venda! As pessoas não vão pagar centenas ou milhares de reais por um animal se não estiverem convencidas disso. E algumas vezes precisam dessa confiança no criador para dar prosseguimento.

Na maioria das vezes o primeiro contato não vai se converter em venda, mas isso é normal para algo complexo como um filhote! O que o criador deve trabalhar é para que essa relação entre contatos não convertidos e convertidos seja a menor possível.

Simplicidade é tudo!

Um site do criador hoje em dia deve ser o que chamados de responsivo, ou seja, ele se adapta de acordo com a tela em que esteja sendo visto. A maioria das visualizações são feitas pelo celular. Portanto, ele deve ser fácil de visualizar pelo celular.

Alguns criadores querem fazer sites complexos ou com uma cara “diferente”! Se o site for muito diferente, vai estimular que seu visitante vá embora! Sites devem ser bonitos e simples. O visitante deve chegar onde deseja com o menor número de cliques possível!

Antigamente não era incomum encontrar sites com uma poluição visual significativa, alguns até com poluição sonora! Hoje em dia um bom site é mais “plano”, com foco nos animais! São eles os astros e o real interesse do visitante.

Informações dos Animais

Nas fichas dos cães ou dos filhotes, mostre o máximo de informações possíveis.

Alguns sites tem somente a foto dos animais, isso é extremamente importante. Mas se você mostrar uma árvore genealógica ilustrada, fotos de filhotes, exames realizados, etc. Irá trazer mais qualidade na informações, mesmo para o leigo.

Alguns criadores tem um link para mostrar o pedigree em outro site… nunca faça isso. Afinal, você investe para trazer o visitante ao seu site e depois quando vai dar informações sobre o seu cão, você manda pra outro lugar?!

Vídeos com movimentação e fotos são ótimos, mas informações complementares também. Não esqueça disso!

Novamente, boas fotos!

Recorrentemente falo da importância de boas fotos para que o site do criador dê um bom resultado! Volto a falar sobre o tema! Existem criadores que investem verdadeiras fortunas em exposições ou para trazer bons exemplares de fora, mas não tem uma boa foto dos cães!

As fotos boas não são necessariamente fotos de exposições, são fotos de dia a dia, em posições mais relaxadas. Uma ou outra foto de exposição pode estar na ficha dos animais para mostrar que eles participam dos eventos, mas, a não ser que seu público alvo seja outros criadores, essas fotos não estimulam o desejo do visitante.

Se não puder pagar por um dos excelentes fotógrafos especializados que já existem no pais, é possível ver nossas dicas para fotografar e já começar!

Facilite o contato

Forma de contato fácil e acessível. Dê sempre uma opção de fácil acesso do visitante ao criador. Se for pelo Whattsapp ou Messenger, melhor!

Se você utilizar formulários de contato, exija informações de contato mais ágil. Como o telefone para contato via Whattsapp.

Se utilizar o e-mail, não esqueça de verificá-los de forma regular, incluindo o spam!

Trazendo Visitantes!

Anunciar seu site nos demais canais de venda é a melhor forma de trabalhar a conversão! Você até pode ter álbuns nas redes socais para que o visitante conheça seus cães, mas não é uma forma fácil de acesso e visualização. No site, você pode trabalhar isso de forma mais eficiente!

O ideal é trabalhar as redes sociais de forma a estimular que o visitante saia de lá e vá para seu site! Assim ele fica sob seu controle!

Uma dica simples, quando tiver ninhada ou alguma novidade importante, poste nas redes sociais de forma que para saber o que é, a pessoa visite seu site. Outra dica é sempre, ao final de cada post, colocar “Maiores Informações: endereço do site”.

Institucional

Uma diferença perceptível é que criadores ocasionais não tem site… pois somente utilizam canais de vendas terceirizados (OLX, Face, ML,…)

Portanto um bom site traz mais seriedade à criação. Geralmente ele está associado a algo mais institucional. Mas esse lado não pode ser, em hipótese alguma, o foco principal. O site é, e deve ser, uma forma eficiente de venda para o criador!

Conteúdo

Um bom site também contém um bom conteúdo sobre as raças que o criador cria. E conteúdo autoral! Nada de copiar textos legais ou mesmo o padrão da raça do site do clube!

Procure escrever sobre a raça. Mas esses textos não devem ser o foco principal. Eles devem estar no site, mas são complementares e demostram que você é uma autoridade na raça que cria.

Conclusão

Ainda temos outras boas dicas para melhorar o desempenho do site do criador. Seguir as dicas vão dar uma longevidade e eficiência ainda maior.

Um bom site é o primeiro passo para o criador desenvolver uma ferramenta de venda poderosa.

Consegue demonstrar para um público qualificado e trazer maior tranquilidade ao criador na venda de seus filhotes, tanto na questão financeira, quanto na qualidade de vida dos futuros filhotes.

Agora, se você deseja tudo isso num único local, o SistemaPET tem a solução completa!

Eduardo Antunes

CEO do SistemaPET, Criador desde 1997. Bacharel de TI pela UFPEL 1998. Especialista em Marketing Digital.