Plano de saúde para cachorros

Você deseja oferecer o máximo de conforto e cuidado para o seu bichinho? Veja como funcionam os planos de saúde para cães!

Quem tutora pets sabe que é preciso ter atenção e cuidados constantes para manter a saúde dos bichinhos, principalmente ao perceber alguns sinais incomuns, como falta de apetite, ruídos que remetem à incômodo e dor, dificuldade para dormir e para se locomover, entre outros exemplos.

Dessa forma, facilitar os atendimentos veterinários para os cães é uma alternativa a ser considerada pelos tutores. Uma opção para isso são os planos de saúde para cães, que oferecem os cuidados básicos para a prevenção que o seu pet precisa.

Se você tutora um pet e procura tudo para cachorros, veja com mais detalhes como funciona o convênio de saúde para esses animais e quais fatores precisam ser analisados antes de escolher um para o seu bichinho!

Como funciona plano de saúde para cães

Mesmo reconhecendo a importância de ir ao veterinário para a realização de consultas e exames médicos, os tutores de pets muitas vezes não conseguem levá-los para esses profissionais por conta do custo de tais atendimentos. Assim, o principal motivador para contratar tais convênios é oferecer cuidados veterinários e economizar dinheiro (em comparação a consultas e procedimentos pagos particularmente).

Assim como ocorre com humanos, existem diferentes convênios de saúde para os cachorros. Aqueles do tipo ambulatorial oferecem cuidados básicos, como principais vacinas (como polivalente, anti rábica e bordetella), consultas, atendimento emergencial, exames simples de imagem e  laboratoriais.

Planos de saúde mais complexos oferecem, ainda, consultas com especialistas, cirurgias (incluindo castração), exames de alta complexidade (como cardiológicos), internação e check up anual, além de terapias complementares, como fisioterapia.

O que analisar

Existem diferentes fatores que precisam ser avaliados com atenção antes de escolher um convênio de saúde para cachorros. Um deles é se o convênio em questão permite consultas somente na rede credenciada ou se ele autoriza atendimentos fora dessa rede. É fundamental verificar os endereços das redes credenciadas e, se houver a possibilidade de atendimento em outras unidades, conferir os endereços dos atendimentos fora da rede.

Nos casos de atendimento em outras redes, a operadora realiza reembolsos (o usuário paga pelo atendimento, apresenta as notas fiscais referentes aos procedimentos e então é ressarcido). Isso é essencial não só considerando custos, mas também tempo de deslocamento (que pode fazer a diferença em episódios mais graves que exigem atendimento imediato, como é o caso de infartos).

Dependendo do convênio contratado, é possível também obter descontos em pet shops credenciados na hora da tosa e do banho, além de comprar brinquedos e outros acessórios para o cão.

Muitos convênios oferecem vantagens como atendimento telefônico 24 horas e atendimento domiciliar. Lembre-se de verificar isso ao comparar diferentes convênios de saúde e veja se a mensalidade exigida pelo convênio vale a pena para você.

Antes de escolher um plano de saúde, também é importante verificar o histórico da operadora. Pesquise em sites, como o Reclame Aqui, quais são as críticas mais comuns feitas por antigos clientes da empresa e quais foram as respostas e soluções que ela ofereceu, se demorou para responder à solicitação etc.

Outra possibilidade é verificar com o Procon mais detalhes sobre o histórico da empresa. Lembre-se também de checar se as clínicas credenciadas pelo convênio são registradas no Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Por que contratar?

Ao pensar em plano de saúde para cães, os tutores já imaginam procedimentos complexos, como exames laboratoriais, cirurgias e até internação. Porém, alguns cuidados básicos no cotidiano do bichinho, envolvendo higienização e alimentação, são fundamentais e fazem a diferença para a saúde do seu pet.

Por exemplo, no que se refere à alimentação, é fundamental receber orientações de profissionais qualificados para saber qual é a dieta mais adequada para a raça do seu pet, considerando o histórico dele.

Além disso, é importante saber como dar banhos no seu bichinho, a cada quanto tempo, e como higienizar os dentes dele, a fim de evitar a proliferação de microrganismos como bactérias e fungos. Tanto a escassez quanto o excesso de higienização podem ser prejudiciais para a saúde do seu pet.